O SEU BLOG DE COMÉRCIO EXTERIOR

RETORNAR AO SITE

RETORNAR AO BLOG

Please reload

RECENTES

Importação de Máquinas e Equipamentos - Redução no Imposto

August 22, 2017

1/6
Please reload

EM DESTAQUE

O que é seguro de crédito a exportação?

18/04/2014

Importante instrumento de garantia, o seguro de crédito à exportação dá ao produto brasileiro maior competitividade no mercado internacional, possibilitando ao exportador vendas em prazos compatíveis com os praticados pelos concorrentes. O seguro de crédito oferece a tranqüilidade de exportar com a certeza de receber.


Cada vez mais utilizado, o seguro de crédito à exportação é a garantia contra o não-pagamento pelo importador, das exportações de bens e serviços, em razão de:

 

- Riscos comerciais, caracterizados pelo não-pagamento da exportação em razão de falência ou simples mora;

- Riscos políticos e extraordinários, caracterizados pela incapacidade do importador de pagamento da operação, em razão de eventos específicos, tais como moratória, guerras, revoluções etc.

 

Como funciona

No Brasil, a Seguradora Brasileira de Crédito à Exportação (SBCE), atende os exportadores brasileiros, quaisquer que sejam os produtos envolvidos, mercados de destino ou prazos de pagamento concedidos. Operacionalmente, a SBCE divide as exportações em dois grandes grupos:

1. Operações de curto prazo

Incluem as exportações com faturamento em até dois anos, sendo a garantia da parcela segurada de exclusiva responsabilidade da SBCE. Operacionalmente, as exportações de curto prazo são subdivididas em dois grupos, conforme os prazos utilizados para o produto no mercado internacional:

  • Exportações com prazo de pagamento em até 180 dias, principalmente bens de consumo e serviços de curta duração. Neste caso, a relação com o segurado se dá dentro do conceito de globalidade, que se traduz pela emissão de uma única apólice global, com um prêmio de baixo custo. Quanto maior o volume de exportações da empresa, maior será o benefício ao exportador, vez que o custo da apólice é inversamente proporcional ao volume segurado. Um maior volume dilui o risco, reduzindo o prêmio, ao passo que o risco concentrado poderá inviabilizar a operação;

  • Exportações com prazo de pagamento entre 180 dias e dois anos. Em geral, máquinas e equipamentos leves não se enquadram diretamente no conceito de globalidade e deverão apresentar informações complementares ao formulário básico, disponível no endereço da SBCE na internet.


2. Operações de médio prazo

Neste grupo estão os grandes projetos e negócios envolvendo bens de capital, estudos e serviços, com prazos de pagamento superiores a dois anos, ou os contratos com características especiais e que requerem apólices específicas.

Estas operações são garantidas pelo governo, por meio do Fundo de Garantia às Exportações (FGE), cabendo à SBCE dar o apoio técnico e operacional necessários ao financiamento.

Analisadas caso a caso, estas operações não se enquadram no conceito de globalidade. Também no médio prazo, a garantia contra riscos comerciais é de até 90% do valor segurado e contra riscos políticos e extraordinários é de 95%.

O seguro de crédito à exportação é um instrumento ágil e de baixo custo que permite ao exportador a tranqüilidade de vender com a certeza de receber. 

*Colaboração da Seguradora Brasileira de Crédito à Exportação

Please reload

SIGA-NOS